Sob nossos pés

Sob nossos pés

    Uma coisa presente ao longo de todo o planeta Terra é o solo. Formado dos mais diferentes minerais e com características próprias, os tipos de solos existentes são alvo de estudo para as diferente áreas. Que tal conhecer um pouco sobre eles no texto abaixo?

1

   Antes de falarmos propriamente do solo é interessante conhecer sobre as camadas da Terra, que como um todo são responsáveis pelos tipos de rochas, solos e relevos que temos em nosso planeta. Usamos como base as informações do site Só Geografia.

   Na camada mais interna, chamada de núcleoas altas pressões e temperaturas fazem com que existam metais na forma líquida, principalmente ferro e níquel. São eles o responsáveis pela origem da gravidade – já discutimos este tema nos posts Magnetismo pela Internet e Entretenimento magnético.

   A camada intermediária é conhecida como manto e compõe a grande maioria do planeta. As rochas presentes aqui estão em forma pastosa e recebem o nome de magma; quando estas saem para a superfície terrestre temos a lava. Por fim, a camada mais externa da Terra é chamada de crosta terrestre, que é composta de uma grande diversidade de minerais e dos mais diferentes tipos de rochas e solos. 

Resultado de imagem para camadas da terra
Representação das camadas do planeta Terra.

   Os tipos de solo que conhecemos foram formados por três grandes grupos de rochas através de processos que explicaremos posteriormente. Usando o site Brasil Escola como referência, vamos descrever estes grupos. 

   As rochas magmáticas são aquelas formadas a partir do resfriamento de lava após a erupção de vulcões ou fissuras geológicas. O principal exemplo é o granito.

Resultado de imagem para granito
Existe granito das mais variadas cores.

   As rochas sedimentares são formadas pelo acúmulo de resíduos ou detritos de outras rochas. Exemplos clássicos são a areia e a argila.

Resultado de imagem para argilito
Bloco de argilito.

   E existem também as rochas metamórficas, originadas a partir da transformação via altas temperaturas e pressões de rochas pré-existentes. O mármore, por exemplo, é formado a partir da transformação de formações de calcário.  

Resultado de imagem para marmore na natureza
Bloco de mármore.

  Agora que conhecemos os tipos de rochas podemos compreender como se dá a formação dos solos. Segundo o site Brasil Escolasolo é definido como “à porção superficial da Terra onde é realizada a maior parte das atividades humanas.” O solo é formado a partir de mudanças que ocorrem na rocha matriz, transformando-a em pequenos detritos e sedimentos, isto é chamado de intemperismo;  todo este processo é chamado de pedogênese

   Os fatores que determinam a formação dos solos são, segundo o site Cola da Web:

   Clima: interfere principalmente na velocidade e intensidade dos intemperismos nas rochas. A umidade e a temperatura são os responsáveis por ocasionar estas mudanças na rocha matriz.

   Material de origem: a rocha que origina o solo é chamada de rocha matriz ou rocha mãe. Cada rocha é responsável pela formação de um tipo de solo. 

   Relevo: a diferença nos relevos é responsável pela distribuição desigual de água, luz solar e temperatura, fazendo com que haja a formação desigual de solo, principalmente em locais mais sujeitos a estes fatores. 

  Tempo cronológico: a exposição à atmosfera é responsável por determinar a maturidade do solo.

   Presença de organismos vivos: a decomposição de restos de animais ou plantas por microrganismos é responsável por determinar a quantidade de matéria orgânica no solo. A parte orgânica é chamada de húmus, ela traz várias vantagens ao solo como: melhora nas propriedades físicas, retensão da umidade, serve como reservatório de nitrogênio, entre outros. Os organismos responsáveis pela formação da matéria orgânica são os fungos e bactérias, além das minhocas. 

Resultado de imagem para minhoca
As minhocas ajudam na formação do húmus.

  Agora que já conhecemos os tipos de rochas e como elas são transformadas em solo, podemos caracterizar alguns. Os solos são denominados de acordo com elemento que é encontrado em maior quantidade na sua constituição. Três tipos de solo segundo o site Bio Mania são:

  Solo arenoso: por ser formado em sua maioria por grãos de areia, é um solo muito permeável a água. Porém são pobres em nutrientes, já que não conseguem retê-los, fazendo com que vegetações não consigam se manter neles. 

   Solo argiloso: os grãos de argila, formadores deste tipo de solo, são menores, tornando o solo menos permeável e menos arejados. Quando ocorre o secamento deste solo, é comum haver a rachadura dele.

   Solo humífero: extremamente fértil e de aspecto escuro, indicando alto teor de matéria orgânica. Rico em húmus.

   Como mostrado no site Brasil Escola, no nosso país são quatro tipos de solo. São eles:

   Aluviais: solo formado pela sedimentação em áreas de várzea ou vales, sendo encontrado em todo por todo o Brasil.

   Salmorão: formado pela fragmentação de rochas graníticas e gnaisses. Encontrado nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

   Terra Roxa: solo fértil de tom avermelhado, formado a partir da decomposição de basalto. Encontrado em Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e São Paulo.

   Massapé:  formado a partir da decomposição de rochas com características de gnaisses, calcário e filitos. Encontrado no litoral nordestino e propício para a plantação da cana de açúcar.

   Para encerrarmos este assunto iremos apresentar duas imagens com dois problemas muito comuns envolvendo o solo.

Resultado de imagem para erosão
Erosão é o deslocamento de rochas, solos e sedimentos causados por chuvas, ventos e até mesmo pela mudança na temperatura. Ela ocorre principalmente pela retirada da cobertura vegetal, que servia como proteção ao solo.  Segundo fontes da Embrapa, este é o fator que mais atinge solos agriculturáveis na região Sul do Brasil.
Resultado de imagem para desertificação
A desertificação é a degradação ambiental e socioambiental de áreas áridas, semi-áridas e sub-úmidas secas. Não deve ser confundida com seca, que é um processo natural e muitas vezes reversível. É causada principalmente por uso indiscriminado de recursos hídricos e florestais. No Brasil, 9 estados do NE e parte de MG e ES são consideradas áreas suscetíveis a desertificação. 

Por João Pedro Broday.

Referências bibliográficas:

AS CAMADAS DA TERRA. Só Geografia. Disponível em <http://www.sogeografia.com.br/Conteudos/GeografiaFisica/camadasterra/&gt; Acesso em 8 abr. 2017.

CARDOSO, M. L. FORMAÇÃO DOS SOLOS – “PEDOGÊNESE”. Cola da Web. Disponível em <http://www.coladaweb.com/biologia/botanica/pedogenese-e-a-formacao-dos-solos&gt; Acesso em 8 abr. 2017.

CURIOSIDADE SOBRE O SOLO E SEU USO. Jardim de Flores. Disponível em <http://www.jardimdeflores.com.br/curiosidades/a15curiosi1.htm&gt; Acesso em 8 abr. 2017.

EROSÃO. Sua pesquisa.com. Disponível em <http://www.suapesquisa.com/geografia/erosao.htm&gt; Acesso 8 abr. 2017.

FREITAS, E. “Tipos de Rochas”; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/geografia/tipos-rochas.htm&gt;. Acesso em 8  abr. 2017.

FREITAS, E.. “Tipos de Solo do Brasil”; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/brasil/tipos-solo-brasil.htm&gt; Acesso em 8 abr. 2017.

GESTÃO TERRITORIAL – DESERTIFICAÇÃO. Ministério do Meio Ambiente. Disponível em <http://www.mma.gov.br/perguntasfrequentes?catid=19&gt; Acesso em 8 abr. 2017.

MARTINEZ, M. HÚMUS. Info Escola. Disponível em <http://www.infoescola.com/ecologia/humus/&gt; Acesso em 8 abr. 2017.

ORIGEM E FORMAÇÃO DO SOLO. Bio Mania. Disponivel em <http://www.biomania.com.br/bio/?pg=artigo&cod=3854&gt; Acesso em 8 abr. 2017.

PENA, R. F. A. “Fatores de formação dos solos”; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/geografia/fatores-formacao-dos-solos.htm&gt;. Acesso em 8 abr. 2017.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s